O EuConcordo.com foi citado pela Revista Superinteressante ;)

Um abaixo-assinado virtual tem o mesmo efeito dos de papel e caneta? Leia a resposta na Revista Superinteressante  

ABAIXO-ASSINADO PELA REVOGAÇÃO DA COBRANÇA DE ILUMINAÇÃO EM PINDAMONHANGABA (CIP)


Câmara de Vereadores de Pindamonhangaba,



Como é de conhecimento de todos a tarifa de energia ( CIP) já era cobrada desde de 2014 com uma metodologia de cálculo diferente no que foi proposta e aprovada pelo atual prefeito e aprovado pela Câmara de Vereadores.

Como podemos ver já se existia arrecadação girando entorno dos milhões e projetado para esse ano de 2018 uma arrecadação de aproximadamente 6 MILHÕES com a metodologia inicial.

A pergunta que fica:

Com esse valor não da para efetuar a manutenção continua com troca para lâmpadas de led? Considerando que cada lâmpada trocada já gera econômia. Considerando que essa econômia seria acumulativa e assim não tendo necessidade de aumentar a tarifa absurdamente como agora.

Por que os Vereadores não fiscalizam a aplicabilidade desses recursos ?

O que falta e responsabilidade com a cidade.

Assinado, Movimento Cristo Jovem


Faça uma doação HOJE!


Se cada pessoa que acessa o EuConcordo.com doasse apenas R$ 2,00, nós não precisaríamos fazer este apelo.

O EuConcordo.com é mantido gratuitamente, mas os custos existem. Pedimos que todos façam sua parte e mantenha esta causa VIVA.

Meta do mês

Comentários estão desabilitados nesta petição.

Você deseja continuar a assinatura sem preencher um comentário?
Parabéns! Você se tornou signatário deste abaixo-assinado.

Últimas assinaturas

  • Thuiane Cardoso veras de andrade assinou o abaixo-assinado #2023
  • Lucimar castro Oliveira assinou o abaixo-assinado #2023
  • Evison abade conceicao assinou o abaixo-assinado #2023
  • Maria Nalva Pires dos Santos assinou o abaixo-assinado #2023
  • Rodrigo Rodrigues do Nascimento assinou o abaixo-assinado #2023
  • João Marcos assinou o abaixo-assinado #2023
  • Alessandra Patrícia Gonçalves assinou o abaixo-assinado #2023
  • Delimar da silva correia assinou o abaixo-assinado #2023