O EuConcordo.com foi citado pela Revista Superinteressante ;)

Um abaixo-assinado virtual tem o mesmo efeito dos de papel e caneta? Leia a resposta na Revista Superinteressante  

Pelo afastamento de Ilson Paranhos Pasqualino do cargo de coordenador do curso de Engenharia de Petróleo na UFRJ e pela tomada de medidas cabíveis perante seu desempenho como professor


Cláudia do Rosário Vaz Morgado, diretora da Escola Politécnica,



Recentemente, em uma série de ações diferentes, o atual coordenador do curso de Engenharia de Petróleo na Universidade Federal do Rio de Janeiro, Ilson Paranhos Pasqualino, prejudicou vários alunos em casos de abuso de poder e inadimplência com suas responsabilidades como coordenador. Casos do tipo envolvendo o professor não são recentes nem incomuns: em 2017, pelo menos oito reclamações foram feitas na ouvidoria da UFRJ, que levou a resposta do professor como palavra final e não pediu retorno aos alunos nem tomou as devidas providências, encerrando o caso. Na época das denúncias na ouvidoria, o professor alegou que "a reclamação a respeito de meu desempenho como professor é típica de um aluno que deve ter sido reprovado por mim em mais de uma matéria, uma ou duas vezes", assumindo que o desempenho acadêmico dos alunos deslegitimaria seus argumentos, mas é consenso entre os alunos do curso, mesmo aqueles com ótimo desempenho, que ele não é um bom professor, não possui didática nem provas coerentes com o conteúdo ministrado em sala de aula/que realmente testem os conhecimentos dos alunos, com casos de atraso nas entregas de notas em mais de um ano, avaliações marcadas fora do calendário acadêmico e correções/notas finais subjetivas.

Como o número de alunos e ex-alunos no curso é pequeno, anexaremos a esse abaixo assinado material comprobatório, quando possível, e relatos de suas posturas que justificam este documento. Casos de descaso marcam a carreira deste professor, como prova uma publicação de 2013 (em anexo) no grupo do Facebook do curso no qual os alunos relatam que o professor não compareceu no dia que estava agendada a prova e não avisou aos alunos, sem responder aos e-mails enviados em tempo hábil e deixando estes a deriva, sem saber em qual das aulas seguintes a prova ocorreria, dado que estava viajando. A maior parte dos relatos jamais chegou a ser registrado na ouvidoria, dado o medo de perseguição consequente por parte dos alunos e a sensação de importência perante as injustiças vividas. Seu descaso e falta de empatia com os alunos aparece nos atrasos semanais quanto ao seu horário de aula, propagandas políticas realizadas em sala de aula e comentários pejorativos na presença das turmas que leciona.

Mas o cenário piorou muito com o aumento de suas responsabilidades ao tornar-se, sem ser eleito pelos alunos, coordenador do curso. Relatos cada vez mais frequentes surgem de inadimplência deste com suas obrigações como coordenador, sendo arbitrário e subjetivo na decisão de quais processos levar em frente, não respondendo aos e-mails e tentativas de contato por parte dos alunos e até afirmar, vide anexo, que “Lamentava, mas a decisão era final” ao saber que sete alunos não conseguiriam se formar no ano de 2019 por ter aceitado uma mudança na grade horária do curso sem antes discutir com o corpo discente nem outros professores.

Pelos motivos supracitados, os relatos no anexo e em defesa da integridade do curso de Engenharia de Petróleo da Universidade Federal do Rio de Janeiro, vimos por meio deste abaixo-assinado requisitar o afastamento de Ilson Paranhos Pasqualino da coordenação do curso e a tomada de medidas cabíveis perante seu desempenho como professor.


Assinado, Alunos e ex-alunos do Curso de Engenharia de Petróleo na Universidade Federal do Rio de Janeiro


Faça uma doação HOJE!


Se cada pessoa que acessa o EuConcordo.com doasse apenas R$ 2,00, nós não precisaríamos fazer este apelo.

O EuConcordo.com é mantido gratuitamente, mas os custos existem. Pedimos que todos façam sua parte e mantenha esta causa VIVA.

Meta do mês

Comentários não funcionam como assinatura, mas sim como um complemento para divulgação da petição.

Assinaturas são consideradas válidas após sua devida

Você deseja continuar a assinatura sem preencher um comentário?
Parabéns! Você se tornou signatário deste abaixo-assinado.

Últimas assinaturas

  • matheus eduardo da cunha canto assinou o abaixo-assinado #2366
  • Kelly Moreira Marques assinou o abaixo-assinado #2363
  • KALLEU VINICIUS NATIVIDADE PEREIRA assinou o abaixo-assinado #1551
  • Mirian Melo Quariguasi assinou o abaixo-assinado #1551
  • Thainara Cordeiro da Silva assinou o abaixo-assinado #1551
  • RONY PAULO BATISTA DE ALMEIDA assinou o abaixo-assinado #2363
  • Adriana Di Lorenzo Santinelli Walch assinou o abaixo-assinado #2360
  • Jéssica Franze assinou o abaixo-assinado #2363